MICROCRÉDITO – APOIO NA CRIAÇÃO DO PRÓPRIO NEGÓCIO

Segundo o Millenniumbcp são cada vez mais os licenciados que procuram este tipo de apoio à criação do próprio negócio/emprego.

A noticia publicada hoje no Dinheiro Vivo reforça esta tendência por parte do empreendorismo jovem qualificado na implementação de pequenos negócios com recurso ao microcrédito.

“Há cada vez mais jovens universitários e recém-licenciados interessados no microcrédito para criar o seu próprio negócio. Com a elevada taxa de desemprego, os jovens sentem necessidade de criar o seu próprio projeto, pois também começam a perceber que já acabou a ideia de emprego para toda a vida”, adiantou Helena Mena, responsável pela direção do microcrédito do BCP, em declarações ao Dinheiro Vivo.

Criado com o objetivo de apoiar uma ideia de negócio que seja economicamente viável e que não tenha acesso ao crédito junto da banca, o microcrédito continua, no entanto, a ser a solução mais escolhida por não licenciados (representam mais de 70%).

São 25 mil euros para criar um negócio que tem de cumprir várias fases. No entanto, a média do montante solicitado é de 12 282 euros, por um prazo médio de 60 meses, ou seja, cinco anos.

“É preciso lembrar que o microcrédito não é um crédito tradicional. Há um serviço de acompanhamento do início ao fim, assessoria e apoio por parte do banco”, afirmou Helena Mena.

Desde que este projeto foi lançado pelo banco liderado por Nuno Amado já se emprestaram 20 milhões de euros, o que corresponde à criação de mais de 2400 negócios e a 3637 postos de trabalho.

O pequeno comércio a retalho e a restauração e comércio de bebidas são os dois sectores que reúnem as preferências de quem pretende criar o seu negócio.

Segundo os dados do BCP são sobretudo as mulheres (53%) que recorrem a este tipo de financiamento. Os negócios centram-se essencialmente em três regiões: Lisboa (35%), Madeira (16,7%) e Porto (14,9%). Em termos de faixa etária, a maioria está entre os 26 e 45 anos (68%).

Sem querer revelar as taxas aplicadas, por “depender do projeto e #do grau de risco do empreendedor”, Helena Mena adiantou que a taxa de incumprimento é muito baixa. O acompanhamento do processo é tão estreito que “nós quase sabemos com antecedência quando não vão cumprir com uma prestação”, concluiu a responsável do BCP.”

Fonte: Dinheiro Vivo em 11/08/2012

A equipa Apoios Financeiros auxilia o encaminhamento de projectos para o gabinete de Microcrédito do Millenniumbcp no Porto.

 

8 Comentários

  1. Patricia Carvalho

    gostaria de saber com que apoios financeiros posso contar para poder abrir um pronto a vestir

  2. silvia cristina martins ferreira

    boa tarde tenho planos para abrir um salao de unhas de gel ….estou inscrita a mais de 6 anos no centro de emprego tenho 36 anos ,queria saber onde e numeros de telefones onde me dirigir obrig

  3. nuno silva

    Boa tarde, tenho um projecto em mente e gostaria que me ajudassem porque não sei em como realizar um estudo de mercado. muito obrigado

  4. ana

    Gostaria de saber que apoios posso pedir para abrir o meu proprio negocio?

  5. Ana Moura

    Boa noite, gostaria de abrir uma Creche, tenho 26 anos e dois anos de trabalho de experiência! Gostava de saber que apoios existem para a criação de uma creche privada ou ipss! Cumprimentos 

  6. diogo batista de moura

    estou pedindo ajudas para montar uma lojas

  7. carlos

    vivemos no estrangeiro temos um progeto para regreçar a Portugal Um lar para idosos privado de 21 cama com todos os acordos feitos para começar a obra ,temos fundos proprios ,mas faltanos 270,000.€ para que fique a foncionar quase como um hotel tudo do melhor e com acabamentos perfeitos ,até à rega altomatica para os jardins !os emprestimos em portugal tem os juros altissimos ,como podemos fazer e averà assossiaçoes de algumas ajudas para este tipo de progeto ?

  8. ricardo

    ola, vivo numa zona com uma praia e uma estrada nacional com mt movimento e gostaria de abrir o meu proprio negocio de venda de cachorros bifanas,etc visto que nas proximidades nao existe nenhuma roulote, estou nos fundos sociais sem contactos de trabalho,sera que me apoiam, obrg e aguardo resposta

Deixe o seu comentário

 

TV ONLINE