BCP valoriza mais de 40% desde o início do mês

Os títulos do banco liderado por Nuno Amado estão novamente a disparar cerca de 5%, e já valem mais de 18 cêntimos. O BCP bateu hoje máximos de Agosto de 2011.

As acções do BCP são as que mais sobem no PSI 20 e no índice que reúne as 600 empresas mais representativas da Europa, o Stoxx 600, em Dezembro. Com os ganhos de 4,63% conseguidos na sessão de hoje, os títulos do banco liderado por Nuno Amado elevaram a valorização desde o início de Dezembro para 41,1%. Já desde 27 de Novembro, os ganhos superam os 50%.

Os títulos transaccionam em 0,1831 euros, o valor mais elevado desde meados de 2011. A justificar este desempenho das acções do banco estão as perspectivas de regresso aos lucros no próximo ano, a melhoria das avaliações por parte dos analistas que seguem o título e a diminuição do risco país.

No entanto, a subida de 50% no espaço de um mês levou a que a acção valorizasse a um ritmo mais rápido do que as revisões em alta feitas pelos analistas. Segundo dados da Bloomberg, e já incluindo as melhorias de avaliação feitas nas últimas semanas, a média dos preços-alvo para o BCP é de 0,12 euros, menos 34,5% que a cotação actual das acções do banco. Os preços-alvo mais elevados pertencem aos analistas do BBVA e do BPI, que avaliam as acções em 0,19 e 0,18 euros, respectivamente.

O final de ano forte das acções do BCP catapultou o banco para o melhor ano de sempre em bolsa. Os títulos valorizam 144% em 2013. Isto depois de três anos consecutivos de quedas. Em 2012, o BCP perdeu 14,44%. Em 2011 cedeu 74,8% e em 2010 desvalorizou 31,1%.

 

Fonte: Económico em 27/12/2013

Deixe o seu comentário

 

TV ONLINE