FINALMENTE O COMÉRCIO VAI TER APOIOS FINANCEIROS

ApoiosFinalmente o Governo vai apoiar o comércio. Vão estar disponíveis um Fundo de Modernização ao Comércio + Linha de Crédito Bonificada que totalizarão 70 milhões de euros.

O comércio vai ser contemplado com apoios financeiros ainda em 2013.

O Governo anunciou a aprovação de apoios financeiros para o sector do comércio no valor de 70 milhões de euros.
 
O programa MODCOM que desde 2010 foi interrompido,  vai agora dar lugar a um novo modelo de apoios ao comércio. O novo modelo de apoio e dinamização do sector comercial assenta numa linha de crédito bonificada e um fundo.
 
Assim, a nova forma encontrada pelo ainda Ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, passa pelo protocolo do Governo com a banca e as entidades de garantia mútua, estabelecendo assim financiamentos globais na ordem dos 70 milhões de euros para o comércio.
 
Os pormenores do Fundo a criar e desta nova linha de crédito para o sector do comércio ainda não é conhecido na sua especifidade, no entanto o Governo já deixou transparecer que no o modelo das linhas de crédito bonificadas para o comércio será muito idêntico às que existem para os restantes sectores de actividade e sector exportador – o modelo da “PME Crescimento”.
 
O Programa de Modernização do Comércio substituiu o MODCOM e há muito que é aguardado pelos comerciantes.
 

Neste sentido, o Governo está a negociar com a banca uma nova linha de crédito destinada à modernização do comércio.

Em termos gerais, haverá um Fundo que terá uma dotação de 25 milhões de euros para a modernização do comércio. A este sistema de incentivos será acrescentado uma nova linha de crédito que financiará igualmente a  modernização do comércio no montante de 45 milhões de euros. Tudo somado serão 70 milhões de euros que irão estar disponíveis para o comércio se modernizar ainda em 2013.

 A nova linha de crédito poderá ser utilizada pelas PME´s do sector comercial e seguirão o modelo já existente da linha de crédito “PME Crescimento”.

Os prazos preconizados não deverão exceder os 6 anos. À semelhança da PME Crescimento está previsto um período de carência de dois anos. Os spreads também serão muito idênticos aos utilizados pelas actuais linhas existentes e haverá o recurso ao sistema de garantia mútua.

Todos estes pormenores da nova linha de crédito e Fundo de Modernização ao Comércio ainda estão a ser negociados, pelo que se estima que no início de Agosto sejam clarificados pelo Governo.

Julho/2013

Deixe o seu comentário

 

TV ONLINE