Finanças precisam de um mês para corrigir erros de declarações de IRS de 160 mil contribuintes

Administração fiscal precisa de um mês para corrigir os erros das declarações de IRS de 160 mil contribuintes. Assim, as Finanças só conseguirão acertas contas com estes sujeitos passivos – que entregaram declarações de substituição – no mês de agosto.

De acordo com o jornal Correio da Manhã, o Fisco está a proceder à correção de erros nas declarações de rendimentos de 160 mil contribuintes, que entregaram declarações de substituição.

As Finanças deverão conseguir corrigir os erros dentro do prazo de um mês, o que significa que apenas em agosto estes contribuintes verão acertadas as contas com o Fisco, decorrente das suas declarações de IRS.

Trata-se de casos de sujeitos passivos que entregaram declarações de substituição, para corrigir erros das entregas anteriores. Em causa, estão informações erradas, desde o domicílio fiscal, à declaração de mais valias que têm de constar no documento. Há ainda lapsos na indicação de graus de deficiência e ainda rendimentos de direitos de autor que não foram mencionados no IRS.

Uma vez que, segundo realça aquele diário na sua edição de hoje, o Fisco dará prioridade a declarações sem erros ou omissões, quem entregou declarações erradas terá de aguardar mais um mês para ver o processo encerrado.

Fonte: PT Jornal em 19/07/2013

1 Comentários

  1. Lameros

    Comigo não precisam de corrigir nada,

    eu nao entrego qualquer declaração,

    nao tenho nenhum rendimento a declarar. E acontece comigo e com milhares de cidadãos.

Deixe o seu comentário

 

TV ONLINE