Famílias nunca tiveram tantas dificuldades em pagar créditos

 Desde junho do ano passado que a cobrança duvidosa não pára de aumentar e, em fevereiro, voltou a registar um novo máximo. O crédito malparado das famílias nunca foi tão elevado em Portugal e já representa 3,88% do total de empréstimos pedidos, como revela o Banco de Portugal. 
A maior dificuldade dos portugueses está em pagar o crédito à habitação. Em fevereiro, os bancos tinham em crédito 5169 milhões de euros em cobrança duvidosa. O crédito à habitação representa 43,8% deste valor e o crédito ao consumo 30,7%. 

Crédito malparado já representa 3,88% do total de empréstimos pedidos pelos portugueses. Crédito para a casa é o que pesa mais.

As famílias deixaram 22681 milhões por pagar de crédito à habitação e 1589 em crédito ao consumo. Foram mais 0,01% e 0,06% que no mês de janeiro, respectivamente. 

À medidas que as dificuldades em pagar aumentam, os bancos continuam a ceder cada vez menos dinheiro. Em fevereiro, emprestaram 132 952 milhões de euros às famílias portuguesas, menos 0,03% que o valor cedido no mês anterior. 

Os créditos à habitação continuam a absorver a maior percentagem de dinheiro emprestado: 109 072 milhões face aos 13 069 em crédito ao consumo. 

Ainda assim, os valores emprestados voltam a quebrar recordes. Desde novembro de 2009 que os bancos não emprestavam tão pouco para a compra de casa e desde outubro de 2007 que não cediam tão pouco em crédito ao consumo.

Fonte: Dinheiro Vivo em 09/04/2013

 

 

Deixe o seu comentário

 

TV ONLINE