Taxa de 10% no IRC alargada a todos os novos investimentos

O Executivo prepara reajustamentos na proposta de incentivo aos novos investimentos para tentar a aprovação de Bruxelas.

O Governo vai alargar o número de empresas que poderão beneficiar da taxa reduzida de 10% em sede de IRC. Em causa estão algumas alterações à proposta inicialmente apresentada pelo ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, e que gerou dúvidas na Comissão Europeia.
Assim, a medida poderá ser aproveitada por todas as empresas que façam novos investimentos e não apenas por empresas novas – criadas a partir de Janeiro de 2013 ou que se instalem em Portugal a partir desta data – ou empresas que fizessem investimentos noutra área de actividade, como estava previsto numa primeira versão da medida. Além disso não haverá qualquer limite ao investimento feito. Isto é, até aqui apenas os investimentos a partir de três milhões de euros seriam elegíveis para que a empresa pudesse beneficiar da taxa de 10%, mas as alterações deixaram cair aquele tecto. Na prática, e tendo como exemplo um caso bastante simples, um investimento de mil euros feito por uma empresa será elegível.

Fonte: Económico em 23/11/2012

Deixe o seu comentário

 

TV ONLINE